Detetives Verdes: saiba o que é investigação geoambiental de áreas contaminadas

Com o crescimento da urbanização e a consequente valorização imobiliária nas grandes cidades, áreas antigamente ocupadas por lixões ou indústrias desativadas tem sido ocupadas, seja de forma irregular ou, às vezes, até de forma regular, causando riscos à vida e à saúde da população.

No Brasil, a contaminação do subsolo e águas superficiais e subterrâneas por resíduos industriais e urbanos começou a ser efetivamente diagnosticada pelos órgãos ambientais há cerca de 20 de anos. Até então, só algumas grandes obras e empresas têm adotado medidas de segurança ambiental seguindo os padrões de Engenharia Sanitária, estabelecidos pelos órgãos ambientais. No entanto, existe um grande passivo ambiental proveniente da intensa industrialização do país no século passado. Essas áreas precisam ser recuperadas para que sejam reutilizadas no contexto urbanístico dos grandes centros, eliminando os riscos à saúde e ao meio ambiente.

Portanto, a investigação geoambiental é um estudo de caráter multidisciplinar que realiza o diagnóstico de uma área, contaminada ou não, determinando suas condições de uso e ocupação, e oferecendo subsídios principalmente para projetos de remediação.

Hoje, a legislação estadual e federal prevê que essas áreas potencialmente contaminadas sejam investigadas, antes de qualquer uso e ocupação. Para isso, é realizado um trabalho conhecido como Investigação Geoambiental, que necessita da participação de especialistas em meio ambiente provenientes de diferentes áreas do conhecimento, como Geologia, Química, Biologia e Engenharia.

Os estudos de Investigação Geoambiental devem ser encarados de maneira similar aos trabalhos de investigação Pericial, demandando muita pesquisa, visitas técnicas, realização de ensaios in situ, amostragens de águas, gases e solos, além de ensaios em laboratório. Por isso, trabalhos dessa natureza são específicos para cada caso, e demandam tempo e estudos para que o mapeamento das áreas contaminadas seja diagnosticado de maneira adequada.

Fonte: IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de SP
Anúncios

Deixe uma resposta - Lembramos que não serão permitidos comentários com conteúdo ofensivo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: