Negócios verdes: Hotel usa sustentabilidade como diferencial para enfrentar concorrência

Instalações do Hotel Buhler, localizado na região de Visconde de Mauá

Proporcionar todo o conforto ao hóspede, mas com o mínimo de danos ao meio ambiente. A proposta do Hotel Bühler, de Maringá – na região de Visconde de Mauá, entre os estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro – embora bem-sucedida, quase ficou comprometida devido ao aumento da concorrência. Mesmo com piscinas, quadra de tênis e outras comodidades, o hotel oferece apenas 20 chalés e acomoda no máximo 65 hóspedes. Da área total de 175 mil m², são utilizados somente 25 mil m² – o restante da propriedade é reserva ecológica.

O gerente-executivo da empresa, Rogério Bühler, quarta geração da família à frente do hotel inaugurado em 1931, admite que chegou a questionar o modelo de sustentabilidade.“Já existem mais de 200 meios de hospedagem na região. Muitos deles não passaram pelas transformações e adequações que o Bühler passou para ser o que é hoje. Comecei a pensar, mesmo com pesar, se não era o caso de aumentar a área construída. Achei que era uma questão de sobrevivência”, explica.

Ao participar, no final do ano passado, do Sebrae Mais – programa criado para apoiar o crescimento de empresas já estruturadas -, o empresário conseguiu esclarecer suas dúvidas e discutir alternativas. Recebeu do Sebrae uma avaliação que o surpreendeu.

“A consultoria abriu novas possibilidades: construir um hotel-escola para suprir a demanda de mão de obra qualificada, sensibilizar ainda mais o hóspede para os cuidados com o meio ambiente e servir como espaço para eventos. Isso me ajudou a perceber que o negócio poderia crescer com o aprimoramento de serviço, porque o ponto forte do Bühler era a proposta de um estilo de vida e não apenas hospedagem. Comecei a prestar mais atenção ao nosso equipamento, para checar o que poderia ser melhorado. Isso redobrou a minha força e determinação” relata, aliviado.

Os cuidados com o meio ambiente envolvem procedimentos como redução do uso de sacos plásticos, recolhimento seletivo e reaproveitamento de lixo orgânico e inorgânico. Hoje, os hóspedes recebem, ao final da estada, garrafas Pet com porções de terra fertilizada, com instruções sobre a reutilização da embalagem. A empresa também está construindo um viveiro de plantas. A ideia é que o hóspede participe do plantio e ganhe uma muda de presente, que poderá plantar no hotel ou levar para casa.

Transformar a região em uma referência de sustentabilidade, envolvendo todos os empreendimentos locais é o próximo passo do Sebrae. “Essa é a vocação do Visconde de Mauá e também seu maior patrimônio. A preservação é o melhor negócio”, reforça o empresário.

Agência SEBRAE de Notícias
Anúncios

Deixe uma resposta - Lembramos que não serão permitidos comentários com conteúdo ofensivo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: