Sarampo: sinais, sintomas e tratamento – conheça mais essa doença

Recebemos algumas perguntas com relação ao sarampo e resolvemos colocar aqui as principais informações para que quem não tem conhecimento sobre a doença possa conhecer, entender e prevenir-se.  O mais importante é não deixar de procurar atendimento médico pois as informações que colocamos aqui são apenas para informar sobre o sarampo, ok?
 

sarampoO que é?

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave, transmissível e extremamente contagiosa. Juntamente com a varicela, rubéola, eritema infeccioso e roséola, o sarampo é muito comum na infância.

É altamente contagiosa e afeta principalmente crianças. Os sintomas iniciais, que geralmente aparecem 8-12 dias após a infecção, incluem febre alta, coriza, olhos vermelhos, e pequenas manchas brancas na parte interna da boca. Vários dias depois, uma erupção se desenvolve, geralmente começando no pescoço e na face e gradualmente se espalhando pelo corpo.

A maioria das pessoas se recuperam mesmo sem tratamento dentro de 2-3 semanas. Contudo, principalmente as crianças desnutridas e pessoas com imunidade reduzida, o sarampo pode causar complicações sérias, incluindo dor de cabeça, cegueira, diarreia grave, infecção do ouvido e pneumonia. O sarampo pode ser prevenido através da vacinação.

Transmissibilidade

O período de maior transmissibilidade ocorre 2 dias antes e 2 dias após o início do exantema (*).

É espalhada pela tosse, espirros, beijos, pelas gotículas que saem quando se fala e qualquer outra forma de contato com fluidos do nariz de uma pessoa infectada e boca, diretamente ou através de objetos (como copos e talheres). É altamente contagiosa, 90% das pessoas que ainda não possuem imunidade são contaminadas caso compartilhem o mesmo ambiente com uma pessoa infectada por algumas horas por dia (casa, creche, escola, trabalho…). O período contagioso começa 2-4 dias antes do aparecimento das marquinhas pelo corpo e continua até 2-5 dias após o início delas (Infectividade de quatro a nove dias no total).

sarampo1Prevenção

A prevenção é feita por vacinas. Geralmente a criança nasce com algumas células de defesa da mãe protegendo-a e toma a primeira dose de vacina entre o primeiro e o segundo ano de vida, e a segunda dose entre os quatro e os cinco anos. Caso alguma criança seja identificada com a doença é recomendado que todos indivíduos não vacinados da região tomem a vacina imediatamente e os indivíduos contaminados fiquem de repouso em casa longe dos que não tenham a imunidade.

Quando não ocorrem complicações, o doente fica curado em 15 dias, o risco de transmissão se torna nulo apenas depois de 10 dias. Antes disso é recomendado evitar aglomerações.
Mais de 95% das mortes por sarampo ocorrem em países subdesenvolvidos com sistemas de saúde deficientes, apesar da vacina ser barata, segura e muito eficaz.

Sinais e Sintomas

No Período Prodrômico: corresponde ao período de tempo entre os primeiros sintomas da doença e o início dos sinais ou sintomas com base no qual o diagnóstico pode ser estabelecido, alguns dos sintomas possíveis são:

  • Coriza,
  • Mal estar geral,
  • Febre alta,
  • Infecções de garganta,
  • Infecção no nariz,
  • Aversão a luz,
  • Conjuntivite,
  • Tosse com catarro,
  • Dificuldade de ingestão e;
  • Sinal de Koplik (pequenos pontos brancos rodeados de uma zona vermelha, que se agrupam na mucosa interna das bochechas).

Período Exantemático: Ocorre piora dos sintomas do período prodrômico, e as complicações podem incluir:

  • Erupções cutâneas por todo corpo,
  • Secreções aumentadas nas vias respiratórias superiores]],
  • Elevada produção de muco nos pulmões,
  • Voz rouca,
  • Faringe e boca inflamadas.
  • Período descamativo: nesse período as manchas escurecem e surge a descamação fina, febre e tosse diminuem sensivelmente.
  • Possíveis complicações:
  • Conjuntivite intensa,
  • Pneumonia
  • Infecção no ouvido
  • Diarreia
  • Encefalite

sarampo3

Tratamento

Pacientes com sarampo devem descansar, beber bastante água e sucos, ter uma alimentação saudável rica em vitaminas, limpar os olhos com água morna, tomar antitérmicos caso tenham febre alta e evitar coçar as manchas para não deixar feridas e cicatrizes.

O consumo de vitamina A ajuda a proteger crianças com menos de dois anos de complicações nos olhos e diminui a mortalidade. Beber soro fisiológico ajuda a prevenir desidratação causada pela diarreia e vômito.

E o mais importante: nada de automedicação, o importante é consultar um médico, sempre!

(*)Um exantema é uma erupção cutânea que ocorre em consequência de doenças agudas provocadas por vírus, protozoários ou cocos (bactérias de forma esférica), como o sarampo ou a escarlatina, e também por parasitas helmínticos, como o Schistosoma mansoni, durante a fase inicial.

Referências:

Anúncios

9 Respostas to “Sarampo: sinais, sintomas e tratamento – conheça mais essa doença”

  1. Cris Says:

    Queria saber .se todos carocinhos que surge no corpo . até mesmo pelo fato de usar um produto pode ser perigoso

    Curtir

    • eco4u Says:

      Cris, dependendo do que você estiver usando, sim, pode ser perigoso. Por este motivo é que qualquer medicamento ou cremes só devem ser utilizados sob recomendação de um médico, ok?

      Curtir

  2. Liedson Says:

    Miajudou no meu trabalho da escola

    Curtir

  3. Danielly Says:

    Nunca tive sarampo mas deve ser muito ruim ! Cuidado pessoal

    Curtir

  4. Fernando Says:

    Eu tenho uma namorada vacinada contra sarampo, mas eu adquiri a doença. Queria saber se poderei beijá-la durante o ciclo da doença ou não.

    Obrigado

    Curtir

  5. Job Fortunato Severino Says:

    Queridos colegas nesta linha da frente, importa fazermos um trabalho um pouco mais aturado, porquanto, pessoas há neste século q andam desinterssadas com o estado de saúde das suas familias, o que tem contribui para a seroprevalencia do agente etiológico do sampo.
    Outrossim, seria sensato ter que pensar num congresso internacional e/ou conferência à congregar representantes de todos os paises, mas c/ a inclusão de pais e lideres comunitários, para discutirem temas bem contextualizados e no final sair recomendações que devem ser postas em prática a partir do núcleo familiar, à estender-se por todas as áreas sociais e tb estabelecer uma periodicidade p/ a avaliação do seu impacto.
    Sta sugestão, surgem na perspectiva de que o Sarampo é uma doença imunoprenivel. Bem haja.

    Curtir

  6. leildes Says:

    Há medicamentos para a cura do sarampo ,alem da vacina e qual

    Curtir

    • eco4u Says:

      Leildes, antes de qualquer coisa é preciso consultar um médico, ok? Algumas informações estão disponíveis pela internet, como no site “tuasaude.com” que informa:

      “O tratamento para o sarampo é feito de modo a controlar os sintomas da doença. Indica-se repouso, boa alimentação e hidratação, e podem ser utilizados analgésicos, para combater a dor e antipiréticos para combater a febre. Somente nos casos em que haja complicações será necessário utilizar um antibiótico.

      Não se deve tomar medicamentos à base de ácido acetilsalicílico como AAS, Aspirina, Doril e Melhoral, por exemplo, por aumentar o risco de hemorragias. Em caso de sarampo recomenda-se tomar um remédio a base de Paracetamol.

      Indivíduos diagnosticados com sarampo devem ficar em isolamento, deixando o trabalho ou a escola, pois a doença é transmitida pelo ar até 4 dias após o surgimento das manchas na pele. O período de maior transmissibilidade ocorre 2 dias antes e 2 dias após o início destas manchas.”

      Esperamos ter ajudado e, conforme já dissemos, sempre é necessário consultar um médico antes de tomar qualquer medicação.

      Curtir

  7. katia cilene Says:

    Essas enformações são preciosas para sabermos detectar os sintomas quando eles surgirem.Para não sermos pegos de surpresa.

    Curtir


Deixe uma resposta - Lembramos que não serão permitidos comentários com conteúdo ofensivo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: