Turismo de aventura, turismo sustentável, ecoturismo… qual a diferença entre estes conceitos?

800px-Rafting_em_BrotasSão conceitos parecidos, porém não são a mesma coisa. O entendimento da definição para cada uma destas modalidades é importante para o desenvolvimento de atividades cada vez mais necessárias à vida do Homem no planeta: a preservação do ambiente em que vivemos.

Ecoturismo

É um “segmento de atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista através da interpretação do ambiente, promovendo o bem-estar das populações envolvidas”.

Embora o trânsito de pessoas e veículos possa ser agressivo ao estado natural desses ecossistemas, os defensores de sua prática argumentam que, complementarmente, o ecoturismo contribui para a preservação dos mesmos, é um dos principais meios de educação ambiental e permite a integração e desenvolvimento econômico das comunidades locais em áreas de preservação ambiental.

Dentre as atividades relacionadas com essa modalidade destacam-se: Tirolesa, Cavalgada, Boia-cross, espeleologia, observação de fauna e flora, rafting, dentre outros.

Turismo de aventura

É um segmento de mercado do setor turístico que compreende o movimento de turistas cujo atrativo principal é a prática de atividades de aventura de caráter recreativo. Podendo ocorrer em qualquer espaço: natural, construído, rural, urbano, estabelecido como área protegida ou não.

Atividades relacionadas: Rafting, rapel, mountain bike, mergulho, trekking, arborismo, exploração de cavernas entre outras atividades, sempre de caráter recreativo e não competitivo.

800px-Chapada_diamantinaTurismo sustentável

Segundo a Organização Mundial de Turismo e o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, os princípios do Turismo Sustentável “são aplicáveis e devem servir de premissa para todos os tipos de turismo em quaisquer destinos”. Um turismo que se desenvolve de forma sustentável envolve questões como a gestão dos recursos econômicos, sociais e estéticos, e mantém a diversidade biológica e particularidades culturais.

Dentre os princípios que servem como base para o turismo sustentável encontram-se:

– Minimizar impactos
– Desenvolver consciência e respeito ambiental e cultural;
– Fornecer experiências positivas para ambos visitantes e anfitriões;
– Fornecer benefícios financeiros diretos para a conservação;
– Fornecer benefícios financeiros e poder legal de decisão para o povo local;
– Elevar a sensibilidade pelo contexto político, ambiental e social dos países anfitriões;
– Apoiar os direitos humanos internacionais e acordos trabalhistas.
 

Como pode-se notar, o turismo sustentável é um conceito que envolve o turismo de aventura e o Ecoturismo.

Anúncios

Deixe uma resposta - Lembramos que não serão permitidos comentários com conteúdo ofensivo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: