Rio+20: Uma chance de mudar a economia

Especialistas dizem que a Rio+20 é uma oportunidade para discutir o desenvolvimento da economia verde e a inclusão social, mas pode acabar sem resultados, pois isso exige grandes mudanças.

 

img_sustentabilidadeExiste o risco de que a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, resulte em muitas declarações e nenhum efeito prático. Não apenas porque chefes de estado de países influentes no cenário internacional cancelaram sua vinda ao Rio de Janeiro, mas porque, segundo especialistas, há pouco foco no objetivo da conferência: assegurar um comportamento político “renovado” para o desenvolvimento sustentável e avaliar quais foram os progressos feitos até aqui a partir de conferências sobre o clima.

Para que dê algum resultado, a Rio+20 precisa extrair dos participantes compromissos que até agora não foram alcançados: combater o consumo excessivo, obter energia de fontes limpas, desmatar menos e promover a inclusão social no contexto da economia verde.

Físico e professor da Universidade de São Paulo (USP), José Goldemberg crê que a Rio+20 não irá resultar em acordos de redução de emissões nem de metas para substituição de matrizes energéticas, por exemplo. Afinal, diz, esta conferência não tem caráter legislativo, como teve a Eco-92, também realizada no Rio.

“A Rio+20 foi escolhida para marcar o 20º aniversário da Eco-92, que foi uma conferência legislativa. A partir dela se adotou a convenção do clima, Agenda 21 e da Biodiversidade. Alguns países ratificaram e o que se decidiu nela virou lei. Isso (legislar) não está previsto na Rio+20. Ela será uma avaliação desses 20 anos, nos quais os problemas não desapareceram. Até se agravaram”, observa.

O documento que irá pautar a conferência, o rascunho zero, recebeu 643 sugestões de propostas que estão sendo debatidas pelos negociadores. Antes da abertura oficial da Rio+20 será realizada uma última rodada de discussões para se decidir o que será incluído e o que será cortado. Goldemberg afirma que ainda dá tempo de incluir a celebração de um compromisso que a conferência não fique apenas nas declarações.

 “Dá tempo de incluir que dentro de três a cinco anos os países se comprometam a fazer negociações para definir as responsabilidades de cada um. Senão, a Rio+20 corre o risco de ser apenas declaratória”, diz. Essas “responsabilidades”, avalia Goldemberg, poderiam determinar o que cada país pode fazer para obter eficiência energética, como cada um pode obter melhorias na sua cadeia produtiva e onde cada um pode cortar suas emissões de carbono para se enquadrar na economia verde. Isso exigirá uma transformação nos fundamentos econômicos, que, para o pesquisador do Instituto de Estudos Avançados da USP, Wagner da Costa Ribeiro, é possível.

 “A economia verde propõe até mudanças de paradigmas da globalização. Hoje, uma empresa extrai minério do Pará, coloca num trem e envia este minério para o Maranhão. De lá, embarca em um navio para a China, a milhares de quilômetros daqui. Lá, esse minério é processado e retorna ao Brasil. Não dá para pensar num fluxo assim na economia verde.”

Fonte: ANBA

Anúncios

Uma resposta to “Rio+20: Uma chance de mudar a economia”

  1. Orange Matos Feitosa Says:

    Não me surpreende que a RIO+20 seja apenas uma festa comemorativa! Veja vinte anos depois e nada mudou no cenário nacional e internacional em relação aos objetivos propostos na Eco-92.
    E tudo finda sendo negoaciado para depois e depois e depois e nenhuma proposta se efetiva!
    Espero que o evento traga pelo menos algum dinheiro para cidade!


Deixe uma resposta - Lembramos que não serão permitidos comentários com conteúdo ofensivo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: