Brasil perde cerca de R$ 8 bilhoes/ano por deixar de reciclar os residuos. Veja o que pode ser reciclado

Nos últimos anos, o volume de lixo urbano reciclado no Brasil aumentou. Entre 2003 e 2008, passou de 5 milhões de toneladas para 7,1 milhões, equivalente a 13% dos resíduos gerados nas cidades, segundo dados do Compromisso Empresarial para a Reciclagem (Cempre).

O setor movimenta cerca de R$ 12 bilhões por ano. Mesmo assim, o País perde em torno de R$ 8 bilhões anualmente por deixar de reciclar os resíduos que são encaminhados aos aterros ou lixões, de acordo com estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) encomendado pelo Ministério do Meio Ambiente. Isso porque o serviço só está presente em 8% dos municípios brasileiros

“Se os resíduos são misturados, em geral, apenas 1% pode ser reciclado. Se há a separação correta, o índice de aproveitamento passa para 70% ou mais”, explica a diretora-excutiva da Brasil Ambiental, Marialva Lyra. Ela destaca a importância da coleta seletiva para o processo da reciclagem.

O alumínio é o campeão de reciclagem no País, com índice de 90%, segundo os Indicadores de Desenvolvimento Sustentável de 2010 do IBGE. Isso se deve ao alto valor de mercado de sua sucata, associado ao elevado gasto de energia necessário para a produção de alumínio metálico.

Para o restante dos materiais, à exceção das embalagens longa vida, os índices de reciclagem variam entre 45% e 55%.

Fonte: brasil.gov.br

Fique atento para o que é e o que não é reciclável ao separar o lixo em casa:reciclagem

PAPEL (Recicláveis)

  • papéis de escrever- cadernos, papéis de escritório em geral;
  • papéis de impressão – jornais, revistas;
  • papéis de embalagem – papéis de embrulho em geral, papel de seda, etc.;
  • papéis para fins sanitários – papéis higiênicos, papel toalha, guardanapos, lenços de papel;
  • cartões e cartolinas – caixas de papelão e cartolinas em geral;
  • papéis especiais – papel kraft, papel heliográfico, papel filtrante, papel de desenho.

 

PAPEL (Não-recicláveis)

  • papel vegetal;
  • papel celofane, papéis encerados ou impregnados com substâncias impermeáveis; papel-carbono;
  • papéis sanitários usados;
  • papéis sujos, engordurados ou contaminados com alguma substância nociva à saúde;
  • papéis revestidos com algum tipo de parafina ou silicone;
  • fotografias;
  • fitas adesivas e etiquetas adesivas.

 

PLÁSTICOS (Recicláveis)

  • todos os tipos de embalagens de xampus, detergentes, refrigerantes e outros produtos domésticos;
  • tampas plásticas de recipientes de outros materiais;
  • embalagens de plástico de ovos, frutas e legumes;
  • utensílios plásticos usados, como canetas esferográficas, escovas de dente, baldes, artigos de cozinha, etc.
  • plásticos (tecnicamente conhecidos como termofixos), usados na indústria eletro-eletrônica e na produção de alguns computadores, telefones e eletrodomésticos;
  • isopor

 

PLÁSTICOS (Não-recicláveis)

  • plásticos tipo celofane;
  • embalagens plásticas metalizadas, por exemplo, de alguns salgadinhos;

 

VIDROS (Recicláveis)

  • garrafas de bebida alcoólica e não-alcoólica;
  • frascos em geral ( molhos, condimentos, remédios, perfumes, produtos de limpeza);
  • potes de produtos alimentícios;
  • cacos de qualquer dos produtos acima.

 

VIDROS (Não-recicláveis)

  • espelhos;
  • vidros de janelas;
  • vidros de automóveis;
  • lâmpadas, tubos de televisão e válvulas;
  • ampolas de medicamentos, cristal;
  • vidros temperados planos ou de utensílios domésticos.

 

METAIS

  • Praticamente todos os metais no lixo domiciliar são recicláveis.

 

Alegre

Anúncios

Deixe uma resposta - Lembramos que não serão permitidos comentários com conteúdo ofensivo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: