Barco leva arte e cultura para comunidades ribeirinhas do Baixo São Francisco

Balanço das AguasUm barco, dois artistas contemporâneos, muita vontade de levar arte e cultura para diversas regiões do Nordeste e crianças ávidas por conhecimento e aprendizado. É com esse espírito que funciona O Museu Balanço das Águas Galeria Karandash, um barco que visita as comunidades ribeirinhas do Baixo São Francisco levando cultura e desenvolvimento para a região.

O museu foi criado em 2008, por iniciativa do casal de artistas plásticos Maria Amélia Vieira e Dalton Costa, que transformaram um barco de passageiros do Rio de São Francisco em museu para exposição de obras de artistas da região.

Junto com o museu, veio o projeto Cinema no Balanço das Águas, uma oportunidade para que a população dos povoados de Ilha de Ferro e Entremontes assista a filmes e documentários sobre a cultura local. Os jovens do projeto também mexem com equipamentos de fotografia e filmagem.

O museu passou seis dias navegando na região e promovendo oficinas de vídeo e fotografia para 200 moradores das duas comunidades. Posteriormente, o projeto ampliou ainda mais esse público para cerca de duas mil pessoas, ao exibir nas instalações do barco-museu os trabalhos realizados por seus participantes.

Para Marina Gatto, analista de Atendimento Coletivo Turismo, Artesanato e Cultura do Sebrae em Alagoas, o projeto é uma oportunidade de ampliar o conhecimento sobre a arte e a cultura locais entre turistas e moradores.

“É essencial trazer uma maior valorização da cultura regional e estimular a criação artística dos moradores e empresários da região, estimulando a formação de novos profissionais para trabalhar como guias turísticos e até cineastas, além de outras atividades ligadas ao turismo. Essas pessoas compõem o público do Arranjo Produtivo Local Caminhos do São Francisco”, destacou Marina.

A ideia é realizar, em dezembro deste ano, uma nova expedição do museu. Desta vez, o Cinema no Balanço das Águas terá como proposta o aprimoramento das habilidades moldadas no projeto com as oficinas de fotografia, vídeo e cinema, ampliando o aprendizado sobre direção cinematográfica, criação de roteiros, cenários e edição de filmes.

A novidade da próxima edição são as oficinas de produção e edição de cinema de animação para o público infanto-juvenil, além da criação de espaços temporários para exibição de filmes para os habitantes das comunidades envolvidas e seus entornos.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Deixe uma resposta - Lembramos que não serão permitidos comentários com conteúdo ofensivo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: