Por uma vida mais natural e saudavel: conheca melhor e use o Azeite de Oliva

azeite 3A oliveira foi uma das primeiras arvores a ser cultivada. Por volta de 3000 anos antes de Cristo, a oliveira já seria cultivada por todo o Crescente Fértil. Sabe-se, no entanto, que, há mais de 6 mil anos, o azeite era usado pelos povos da Mesopotâmia como um protetor do frio e para o enfrentamento das batalhas, ocasiões em que as pessoas se untavam dele. A palavra azeite provém do vocábulo árabe “Az-zait” que significa sumo de azeitona. Os fenícios, sírios e armênios foram os primeiros povos a consumi-lo, cabendo aos gregos e romanos levá-lo para a Europa e o Ocidente, permanecendo por séculos restrito aos povos do mediterrâneo. No século XVI os espanhóis introduziram o azeite no Peru, Chile e México e no século XVIII nos EUA.

Usualmente, o termo azeite refere-se ao produto alimentar, usado como tempero, produzido a partir da azeitona, fruto advindo das oliveiras (em outros contextos, pode também tratar-se de óleos produzidos a partir de outras plantas). Trata-se, pois, de um alimento antigo, clássico da culinária contemporânea, regular na dieta mediterrânea e nos dias atuais presente em grande parte das cozinhas.

oliveiraNa saúde

A grande diferenciação e os benefícios de saudabilidade associados ao consumo do azeite de oliva estão diretamente relacionados a sua composição que é rica em ácidos graxos monoinsaturados, como o ácido oléico, e baixo em saturados o que favorece o controle do colesterol, pois pode ajudar a reduzir o colesterol “ruim” (LDL) no sangue, mantendo o nível de colesterol “bom” (HDL). Desse modo permitindo um equilíbrio saudável entre os dois tipos de colesterol.

A presença de hidrocarbonetos (esqualeno) no azeite favorecem a excreção de toxinas, ajuda na saúde celular e tem efeitos anticarcinogênicos. Possui esteróis (ß-sitosterol) favorecendo a redução do colesterol e ajuda na prevenção e combate ao câncer (próstata, colon, mama), compostos fenólicos que inibem oxidação, reagem com radicais livres, inibindo a agregação plaquetária e previnem a oxidação do LDL e Contém vitamina E, um poderoso antioxidante.

O azeite de oliva, pela sua composição, tem uma contribuição fundamental na prevenção e tratamento de inúmeras doenças:

  • Arteriosclerose
  • Trombose
  • Diabetes mellitus
  • Doença biliar
  • Pele (efeito protetor e tonificante)
  • Cataratas e doenças oculares
  • Mineralização óssea – Hipertensão
  • Câncer (mama, próstata, trato digestivo)
  • Aumenta a expectativa de vida (fortalece o sistema imunológico)
  • Tem efeito positivo sobre a depressão
  • Confere proteção contra a deterioração da função cognitiva (perda de memória)

Na beleza

Há cinco mil anos, as mulheres egípcias descobriram os efeitos benéficos do azeite de oliva para a pele e passaram a utilizá-lo como emoliente. A partir de então, criaram o primeiro sabonete, misturando azeite, essências e cinzas. Os gregos o utilizavam para massagens, confiando em seu poder para aumentar a beleza e a virilidade. Foi comprovado que o azeite de oliva é uma forma natural de manter a beleza da pele, das unhas e dos cabelos.

O azeite de oliva possui vitaminas A, D, K e E, e é um poderoso antioxidante que ajuda a retardar o envelhecimento da pele. A azeitona é uma fruta capaz de regenerar e autoproteger a pele.  Por todas as suas propriedades, este azeite se revelou como uma estrela da cosmética.

  • Funciona como anti-rugas
  • Hidrata e suaviza peles secas
  • Purifica a pele
  • Acalma peles irritadas
  • Equilibra a oleosidade da pele
  • Melhora a elasticidade
  • Torna a pele mais luminosa e aumenta sua vitalidade
  • Dá brilho aos cabelos

azeite 4São necessárias de 1300 a 2000 azeitonas para produzir 250 mililitros de azeite. O azeite da oliveira deve ser produzido somente a partir de azeitonas e não podem ser denominados desta forma óleos extraídos por solventes ou reesterificação, nem misturas com outros tipos de óleo. Ao consumir o produto, é aconselhável que se verifique sua acidez, quanto menor, melhor e data de validade. Normalmente o azeite deve ser consumido em 12 meses.

azeite 1No Brasil, a EPAMIG – Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais é pioneira nas pesquisas sobre à oliveira desde 1986, especialmente na seleção de variedades mais adequadas às condições brasileiras de clima e na produção de mudas de qualidade. As pesquisas sobre as oliveiras foram concentradas na Fazenda Experimental de Maria da Fé, uma pequena cidade do Sul de Minas Gerais, com resultados muito promissores para o desenvolvimento da cultura no Brasil. No dia 29 de Fevereiro de 2008, foi realizada com sucesso a primeira extração de azeite de oliva em terras brasileiras, e na análise de laboratório, o óleo extraído foi classificado como extra-virgem, comparável aos melhores do mundo, com índices de acidez entre 0,3 a 0,7.

Apontando para cima Não esqueça: todos os benefícios são para a utilização do azeite sem o aquecimento excessivo, tal qual ocorre no caso das frituras, resultando na prejudicial saturação do produto. O azeite, tal qual vem na embalagem, é um grande aliado para sua saúde.

Bibiliografia:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Oliveira

http://www.oliva.org.br/conhecendo-o-azeite.php

http://belezaesaude.dae.com.br/azeite-de-oliva/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Azeite

Anúncios

Deixe uma resposta - Lembramos que não serão permitidos comentários com conteúdo ofensivo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: