COP18 – Parceria para impulsionar projetos sustentáveis de governos, empresas, investidores e instituições

mudanca climaticaO Fórum Econômico Mundial e a Conferência das Nações Unidas para Mudanças Climáticas (UNFCCC, na sigla em inglês) anunciaram nesta terça-feira (27) uma parceria para apresentar a governos, empresas, investidores e instituições novas e rentáveis formas de financiar projetos ambientalmente corretos. O anúncio foi feito na 18ª Conferência das Partes das Nações Unidas (COP18), realizada em Doha, no Catar, e na qual diplomatas de 194 países discutem reduzir a emissão de gases causadores do efeito estufa.

De acordo com o comunicado do UNFCCC e do Fórum, o projeto “Momento de mudança: financiamento inovador para investimentos ambientalmente sustentáveis” irá mostrar mecanismos de financiamento público-privado e abordagens bem sucedidas no apoio a projetos que priorizam adaptação às mudanças climáticas e que reduzem o impacto dos projetos no meio ambiente. O programa será apresentado oficialmente em 6 de dezembro, um dia antes do encerramento da COP 18.

Esta parceria está inserida no projeto “Momentum of change” (Ímpeto de mudança), lançado pelo UNFCCC na COP 17, realizada em Durban, na África do Sul, em 2011. Esta iniciativa seleciona projetos ambientalmente corretos desenvolvidos e aplicados em países em desenvolvimento e que possam ser ampliados e replicados em outros países. Na edição de 2011, o “Momentum of change” apresentou projetos de sucesso executados por meio de parcerias público-privadas e financiados pela Fundação Bill e Melinda Gates.

Os nove projetos que serão apresentados neste ano já foram selecionados. Entre eles há uma olaria que promove a queima não poluente de tijolos no Peru, um sistema de ônibus elétricos no Sri Lanka e outro de ônibus integrados em Guangzhou, na China, que substitui o metrô.

A secretária-executiva da UNFCCC, Christiana Figueres, afirmou que o setor privado ainda tem dificuldade de aplicar recursos em projetos sustentáveis por causa dos riscos envolvidos e disse que o setor público pode “destravar” o investimento privado ao criar políticas adequadas ao desenvolvimento de projetos sustentáveis. “Dada a escala de investimento necessária, a tecnologia necessária e o risco que existe, o atual nível de investimento é muito baixo”, disse.

De acordo com o UNFCCC, os países em desenvolvimento representarão 60% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial até 2030. Por isso, é necessário que se desenvolvam neles projetos que sejam eficientes no uso dos recursos naturais.

Fonte: ANBA

Anúncios

Deixe uma resposta - Lembramos que não serão permitidos comentários com conteúdo ofensivo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: