Turistas nao precisarao mais de guias para visitar o Parque da Chapada dos Veadeiros

chapada dos veadeirosOs visitantes que quiserem conhecer as principais trilhas do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, no estado de Goiás, não terão mais o acompanhamento obrigatório de guias. A decisão foi tomada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) por reivindicação dos próprios visitantes.

“Há muitas pessoas, muitos montanhistas que têm habilidades suficientes para caminhar sem o acompanhamento de um guia e que preferem caminhar sozinhas, sem estar forçadas a acompanhar um grupo. Inclusive, tivemos manifestações por escrito das Federações Brasileira, Mineira e Paulista de Montanhismo”, disse o diretor da ICMBio, Pedro Cunha, em entrevista à Agência Brasil.

Segundo ele, a Chapada dos Veadeiros é um dos poucos parques brasileiros onde há obrigatoriedade de guias para acompanhar os visitantes. O local recebe cerca de 20 mil pessoas por ano. Para ele, esse número ultrapassa a demanda e dificulta o acesso ao parque. “Tem acontecido de as pessoas chegarem à Chapada no domingo por volta das 10h e não encontrarem mais por falta de guia disponível. Essa decisão facilitará o acesso às trilhas.”

Além do acesso livre ao parque, o diretor também falou de outros benefícios para o município: “Essa medida causará um impacto positivo para a economia em serviços associados à guiagem como restaurantes, pousadas, lanchonetes, serviços de transportes, gerando emprego e renda.”

Com relação aos condutores, o diretor disse que o trabalho não será prejudicado. “O instituto continuará a incentivar fortemente a contratação de guias porque é um trabalho muito importante, mas não queremos que seja mais obrigatório”, concluiu.

Para o guia Carlos Eduardo Cardoso, a decisão irá reduzir o mercado de trabalho e prejudicar a preservação do local. Com a decisão do ICMBio, o trabalho no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, onde há mais procura por guias, irá diminuir muito. A preservação do local também ficará comprometida porque as pessoas não terão mais o acompanhamento do guia, que dá orientações [de como fazer com o lixo e como proteger o meio ambiente].

Segundo Cardoso, também é preocupante a possibilidade de o número de acidentes aumentar, já que alguns visitantes desconhecem as trilhas e outros pontos do parque. O guia lembrou que a maioria dos moradores de São Jorge, município próximo à Chapada dos Veadeiros, precisam desse trabalho. “O turismo da Chapada é uma das principais fontes de renda do município”, disse. Cardoso, que também é mestre de capoeira, disse que mesmo com a decisão pretende continuar o trabalho de guia.

Fonte: Agência Brasil

Anúncios

Deixe uma resposta - Lembramos que não serão permitidos comentários com conteúdo ofensivo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: