Reciclagem é fundamental para sustentar a demanda mundial de metais, afirma PNUMA

metais usadosDois relatórios publicados nesta quarta-feira (24/04) afirmam que a crescente demanda por metais – que deve aumentar dez vezes nos próximos anos – precisa ter suas práticas e processos de reciclagem repensados. Os documentos foram divulgados pelo Painel Internacional de Recursos (IRP), um grupo de especialistas reunidos pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) com o objetivo de contribuir para o uso sustentável de recursos.

Lançado durante o diálogo de alto nível sobre Eficiência de Recursos e Gerenciamento Sustentáveis de Metais, em Berlim, na Alemanha, o documento intitulado “Riscos Ambientais e Desafios dos Fluxos e Ciclos Antrópicos de Metais” oferece um panorama sobre os desafios ambientais dos metais e o potencial da reciclagem para mitigá-los. “Reciclagem de Metais – Oportunidades, Limites e Infraestrutura” aponta as melhoras necessárias nos sistemas de reciclagem.

“Com as economias emergentes adotando tecnologias e estilos de vida semelhantes aos países desenvolvidos, a demanda global de metais no futuro próximo será de três a nove vezes maior que a quantidade atual. Técnicas mais sofisticadas são urgentemente necessárias para encarar os desafios da reciclagem de produtos complexos, compostos por diversos metais”, afirmou o Subsecretário-Geral da ONU e Diretor Executivo do PNUMA, Achim Steiner. “Os projetistas devem assegurar que metais raros e importantes possam ser recuperados facilmente após o fim da vida útil dos produtos”, completou.

Metais são parte essencial da economia global e insumos básicos para infraestruturas. Seu uso continuará intenso nos próximos anos nos países em desenvolvimento devido à rápida industrialização, e nos países desenvolvidos por conta das tecnologias atuais.

Parte da transição para uma economia verde inclusiva, as técnicas de geração de energias renováveis diminuem as emissões de gases de efeito estufa na produção de metais — porém contribuem com o aumento da demanda, já que usam mais elementos de metais que as fontes de combustíveis fósseis.

Fonte: onu.org.br

Deixe uma resposta - Lembramos que não serão permitidos comentários com conteúdo ofensivo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: