Belo Horizonte ganha prêmio da ONU sobre redução do risco de desastres

sasakawaDois dos países mais propensos a desastres do mundo, Bangladesh e Brasil, compartilharam nesta quarta-feira (22) o Prêmio bienal da ONU-Sasakawa, que foi apresentado pela chefe do Escritório da ONU para a Redução do Risco de Desastres, Margareta Wahlström. A premiação contou com o patrocínio da Fundação Nippon, que foi representada na cerimônia por seu presidente, Yohei Sasakawa.

Ele disse que o tema do prêmio deste ano foi “Agindo Como Um Só”, que a Fundação Nippon colocou em ação após o tsunami e o grande terremoto no leste do Japão. A iniciativa consistiu em trabalhar com empresas e ONGs, realizando oficinas de treinamento sobre como operar abrigos de evacuação acessíveis para pessoas com deficiência em situações de emergência.

Belo Horizonte, a capital de Minas Gerais, no Brasil, com uma população de 2,75 milhões, tem 80 pontos de perigo de inundações e várias áreas de risco de deslizamento de terra. A cidade recebeu o prêmio devido à cooperação entre os residentes locais, empresas de serviços públicos e empresas privadas na inspeção regular destas zonas de desastre em potencial.

O prêmio foi compartilhado com a Aliança Nacional para a Redução de Riscos e Iniciativa de Resposta (NARRI) de Bangladesh, que engloba dez ONGs internacionais que demonstraram a escala de impacto que pode ser alcançado através do trabalho em grupo. A NARRI tem desenvolvido materiais de campanha para mídia em massa, apoiando o processo de monitoramento do Quadro de Ações de Hyogo e conscientizando as comunidades sobre a redução do risco de desastres.

A Gestão de Desastres e Organização da Mitigação de Teerã recebeu uma Carta de Distinção pelo seu Projeto Amaken, que incentiva moradores e trabalhadores de escritório a participar do treinamento de desastres para diminuir o risco em casa e no local de trabalho. O Município de São Bernardo, na província de Leyte, nas Filipinas, foi reconhecido com uma Carta de Mérito devido a um sistema que alerta antes de um desastre acontecer, desenvolvido após a morte de 1.354 pessoas em decorrência de um deslizamento de terra.

Fonte: onu.org.br

Deixe uma resposta - Lembramos que não serão permitidos comentários com conteúdo ofensivo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: