"Ilhas de floresta", sambaquis são descobertos na Amazônia boliviana

sambaquiUma equipe internacional de pesquisadores, liderada por Umberto Lombardo, da Universidade de Berna, na Suíça, descobriu que pelo menos três das “ilhas de floresta” existentes na região de Llanos de Moxos, na Amazônia boliviana, são, na verdade sambaquis: montes de conchas de animais aquáticos, ossos e carvão, erguidos por ação humana há cerca de 10 mil anos. Essas “ilhas” são elevações do solo cobertas por árvores, que se destacam em meio à vegetação baixa da região.

“Centenas de ‘ilhas de floresta’ (…) espalham-se por Llanos de Mochos”, descrevem os autores em artigo publicado no periódico online PLoS ONE. “Pouco se sabe de sua origem: sua existência já foi atribuída a processos naturais, como a formação de cupinzeiros e erosão (…) Embora seja provável que algumas dessas ilhas tenham origem natural e outras sejam obra de povos do Holoceno tardio, este artigo informa a descoberta de três ilhas que são, de fato, sambaquis antropogênicos do 640px-Modelo_de_extratificação_de_sambaquiHoloceno médio e inferior”. O Holoceno é a época geológica atual, que teve início há 11,7 mil anos.

Os sambaquis bolivianos contêm uma camada antiga, feita principalmente de conchas de caramujos, e uma camada superior de matéria orgânica, que contém cerâmica, ferramentas feitas de osso e ossos humanos. Entre as duas, há uma fina camada de argila queimada e terra. Datação por carbono 14 indica que seres humanos chegaram à região 10,4 mil anos atrás. Os sambaquis foram crescendo ao longo de 6 mil anos.

Fonte: Jornal da Unicamp

Escola No Brasil, os sambaquis são distribuídos por toda a costa, chamando a atenção do europeu logo no início da colonização. A diferença de hábitos culturais e alimentares, levou à conclusão de que eram obra de uma sociedade distinta daquela dos Tupi-guaranis, que então povoavam toda a região costeira do país. Estudos recentes, sugerem que os sambaquis tenham sido produzidos por povos que viveram na costa brasileira entre 8 mil e 2 mil anos antes do presente.

Deixe uma resposta - Lembramos que não serão permitidos comentários com conteúdo ofensivo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: