Pesquisador americano acusa BP de tentar ‘comprar’ cientistas

O presidente da Associação Americana de Professores Universitários, Cary Nelson, acusa a petroleira BP de tentar “comprar” os melhores cientistas dos Estados Unidos com a intenção de ajudar em sua defesa em processos relacionados ao vazamento de petróleo no Golfo do México.

A empresa é alvo de mais de 300 processos judiciais, com pedidos de indenização pelos danos causados pelo acidente. Para se defender na Justiça – e também traçar um plano de recuperação ambiental -, a BP vem contratando a assessoria de cientistas.

No contrato de prestação de serviços, obtido pela BBC, os pesquisadores se comprometem a não publicar o conteúdo das pesquisas realizadas para a petroleira e não se pronunciar sobre o assunto por pelo menos três anos – ou até que o governo americano dê aprovação final para o projeto da companhia para recuperação da área atingida.

Leia mais:

Pesquisador americano acusa BP de tentar ‘comprar’ cientistas – internacional – Estadao.com.br.

Anúncios

BP promete resposta a ultimato da Guarda Costeira dos EUA – BBC Brasil

A petroleira britânica BP prometeu se pronunciar neste domingo sobre uma exigência das autoridades americanas de que a empresa identifique e ponha em operação novas medidas para conter o vazamento de petróleo no Golfo do México, que já leva quase dois meses.

A Guarda Costeira dos Estados Unidos deram à BP um prazo de 48 horas para que apresente um plano adicional de contenção do vazamento de petróleo no Golfo do México. O prazo termina neste domingo à noite.

Um executivo da companhia, Doug Suttles, afirmou que a petroleira está buscando novas possibilidades para conter o vazamento.

O ultimato da Guarda Costeira foi dado na sexta-feira, mas divulgado apenas no sábado.

Em uma carta à direção da empresa, o almirante James Watson exigiu que a companhia “identifique capacidade adicional de contenção do vazamento” e ponha em operação novas medidas para conter o fluxo do óleo.

Leia mais:

BBC Brasil – Notícias – BP promete resposta a ultimato da Guarda Costeira dos EUA.

_______________________________________________________

Finalmente Americanos estão mais preocupados com o clima – BBC Brasil

Subiu para 488 o número de mortos pelas chuvas que atingiram dez Estados das regiões Sul, Sudeste, Norte e Nordeste do País, entre novembro de 2009 e junho deste ano.

De acordo com a Secretaria Nacional de Defesa Civil, o número abrange as mortes ocorridas em Minas, Espírito Santo, Rio, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Acre, Alagoas e Bahia.

O Rio de Janeiro continua sendo o Estado que registrou mais óbitos decorrentes dos temporais, com 347 mortes. Somente em Niterói, o município mais atingido, foram registradas 168 mortes, grande parte em consequência dos desabamentos e deslizamentos de terra no Morro do Bumba, no início de abril.

Leia mais:

BBC Brasil – Planeta e Clima – Americanos estão mais preocupados com o clima.

_______________________________________________________

Vazamento Petrobrás: Mangue contaminado há 10 anos na Guanabara não se recuperou

Dez anos depois do vazamento de 1,3 milhão de litros de óleo na Baía de Guanabara, o mangue de Ipiranga, município de Magé, parece um deserto de lama. A vegetação secou e nunca mais voltou. “Parece até que os culpados pela tragédia fomos nós. A punição só veio para a gente”, diz o pescador artesanal Maicon Carvalho. Ele cata caranguejo nos manguezais da baía desde os 9 anos. Tinha 20 quando houve o desastre.

Todos os funcionários da Petrobrás acusados pelo Ministério Público Federal no processo que apurava responsabilidades pelo vazamento de óleo, em 18 de janeiro de 2000, foram absolvidos no ano passado.

Leia mais:

Mangue contaminado há 10 anos na Guanabara não se recuperou – vida – Estadao.com.br.

_______________________________________________________

Águas do golfo da Flórida declaradas “área de desastre pesqueiro”

A declaração de desastre visa a proteger dos efeitos da maré negra as comunidades pesqueiras nessa região, que poderão agora ter acesso a ajuda federal para pequenas empresas.

A Flórida tem 1.200 km de litoral no golfo do México ameaçados pelo vazamento de petróleo, e alguns dejetos se encontram a poucos quilômetros das praias de Pensacola, noroeste do Estado.

Leia mais:

Folha.com – Ambiente – Águas do golfo da Flórida declaradas “área de desastre pesqueiro” – 04/06/2010.

______________________________________________________

Cientistas alertam para ‘desastre invisível’ no Golfo do México – planeta – Estadao.com.br

Cientistas independentes e ligados ao governo americano informam que existe um desastre ainda invisível em curso nas profundezas do Golfo do México, a reina de um mundo habitado por enormes baleias e minúsculos plânctons.

Na semana passada, uma equipe da Universidade do Sul da Flórida avistou uma mancha de óleo deslocando-se abaixo da superfície na direção da costa do Alabama, águas repletas de peixes e outras formas de vida marinha.

Os pesquisadores dizem que o petróleo nas plumas dissolveu-se na água, possivelmente como resultado dos dispersantes químicos usados no combate ao derramamento.

Leia mais:

Cientistas alertam para ‘desastre invisível’ no Golfo do México – planeta – Estadao.com.br.

______________________________________________________

Desastre ambiental: Grupo exige confisco do patrimônio da BP para criação de fundo de indenização

O grupo intitulado Seize BP (confisque a BP), que já realizou protestos contra a empresa, disse nesta segunda-feira que irá organizar manifestações em mais de 50 cidades dos EUA de quinta a sábado.

O grupo exige o confisco imediato do patrimônio da BP, para a criação de um fundo de indenização pelo acidente, que começou com a explosão e naufrágio de uma plataforma petrolífera no local, com saldo de 11 mortes.

“O maior dos desastres ambientais sem um fim à vista! Onze trabalhadores mortos. Milhões de galões (litros) de petróleo jorrando nos próximos meses (e possivelmente anos). Empregos sumindo. Criaturas morrendo. Um ambiente intocado destruído por gerações. Uma megacorporação que mentiu e continua mentindo, e um governo que se recusa a proteger as pessoas”, disse a Seize BP em nota.

Leia mais:

Mancha de óleo avança para costas do Mississippi e do Alabama – 31/05/2010 – Reuters.

______________________________________________________

%d blogueiros gostam disto: